22/03/2020 às 15h48min - Atualizada em 22/03/2020 às 15h48min

Hora de mudar

ANA GUEDES
DIVULGAÇÃO
O mundo está mudando numa velocidade impressionante. Todos os paradigmas existentes despencando. O mundo que conhecemos, hoje, não será mais o mesmo quando essa pandemia passar. Estamos em guerra contra um inimigo invisível, que está parando o planeta. Todos os países, sejam ricos, pobres ou emergentes, foram atingidos por este Coronavírus(COVID-19).
A humanidade que não tinha tempo para nada. Agora, não sabe o que fazer com o tempo? O isolamento pode ser voluntário ou involuntário, não importa. Vamos aproveitar mais essa chance que temos para mudar nossos comportamentos, sermos mais fraternos e solidários uns com outros, independente de religião, de ideologia, de sexo, de cor, de nacionalidade, de qualquer outra coisa.
Esqueçam as diferenças sejam elas quais forem, pois como diz a mensagem recebida do meu amigo Antonio Lazaro: “Um vírus veio mostrar ao mundo todo, que somos todos iguais." O COVID-19 contamina todos sem distinção.
 Vamos aproveitar o tempo para limpar nossas gavetas físicas e mentais. Extrair o medo dos nossos pensamentos. Na quarentena, leia menos notícias, leia menos posts de opiniões, não fique discutindo online em busca de razão.
Assista entrevistas e documentários, enriqueça sua mente. Ouça música alegre. Pratique exercícios físicos em casa. Fique na companhia dos animais de estimação.
É hora de união, de ajuda mutua - de compartilhar não só notícias, memes, fotos e publicações nas redes sociais - mas de dividirmos alimentos, remédios e atenção nem que seja através de um celular, de um computador. Faça videoconferência com seus avós e familiares que não moram com você.
Aproveitar para doar aquela roupa e sapatos. O inverno vai chegar, por isso doem os seus agasalhos que não usam mais para os menos favorecidos.
Quem estiver com familiares confinados em casa, passe a conversar mais respeitando a distância recomenda pelos especialistas. Lembre-se que você é uma pessoa privilegiada, pois quantos hoje não tem um teto para se abrigar? Se no seu bairro tem um sem-teto avise as autoridades para que eles possam ser levados aos abrigos públicos.
Não façam estoques de alimentos, produtos de limpeza e remédios. Compre somente o básico para evitar ficar saindo na rua. Não vamos contribuir para o desabastecimento. Precisamos ter a consciência em relação às outras pessoas.
Lembrem-se daqueles que ainda só vão receber pagamentos no final do mês, dos milhares de desempregados, dos refugiados, enfim das pessoas que não tem cartão de credito. Não vamos comprar nada com exagero. 
A hora é de se proteger, mas não de ser egocêntrico.
Sigam as recomendações sanitárias. Seja responsável por você e por seu próximo.
Fique em casa.
Link
Relacionadas »
Comentários »

ONDE VOCÊ PREFERE ASSISTIR A FILMES?

63.2%
5.3%
26.3%
5.3%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp