16/05/2021 às 18h21min - Atualizada em 16/05/2021 às 18h21min

Golaços, VAR e emoção até o fim: Atlético e Bahia de Feira empatam 1º jogo da final do Baiano

Jarbas e Adriano marcam para o Tremendão. Pelo Carcará, Ronan balança as redes duas vezes

arbas marcou golaço no jogo (Foto: Bahia de Feira / Divulgação)
  • Após um primeiro tempo sonolento e uma segunda etapa de tirar o fôlego, Atlético de Alagoinhas e Bahia de Feira empataram em 2 a 2 na tarde deste domingo, no Carneirão, em Alagoinhas, pelo jogo de ida da final do Campeonato Baiano 2021. Jarbas e Adriano Ferreira marcaram para o Tremendão. Do lado do Carcará, Ronan balançou as redes duas vezes. Com o resultado, nenhum dos dois times conquistou vantagem para a partida de volta, marcada para o próximo domingo, em Feira de Santana.

  • O primeiro tempo

    Mesmo fora de casa, o Bahia de Feira adiantou as linhas de marcação e impôs dificuldades na saída de bola do Atlético de Alagoinhas. A pressão no campo de ataque complicou o adversário, mas não fez o Tremendão criar chances. A melhor oportunidade da equipe de Feira de Santana veio de um chute de longe de Jarbas por cima do gol. Com o passar do tempo, o Carcará subiu de produção, mas não o suficiente para oferecer perigo real. Para piorar, o time de Alagoinhas perdeu dois atletas por lesão. Radar e Miller foram substituídos por Felipinho e Robert, respectivamente, antes do intervalo.

  • O segundo tempo

    As equipes voltaram com nova dinâmica para a segunda etapa, mas só aos 31 minutos, enfim, a bola foi parar no fundo das redes. Jarbas acertou um chutaço de fora da área e marcou um belo gol para o Tremendão. O Carcará foi para cima e conseguiu o empate após um pênalti que contou com o auxílio do VAR para ser marcado. Na cobrança, Ronan mostrou categoria e deslocou Jean. Como o VAR revisou vários lances, o segundo tempo contou com 12 minutos de acréscimos. E foi justamente no tempo extra que a partida pegou fogo. Aos 56, Alex Cazumba cruzou na medida para Adriano Ferreira, de cabeça, recolocar o Bahia de Feira na frente do placar. No minuto seguinte, Ronan, em chute da entrada da área, decretou o empate.

    • Teve VAR?

      Teve sim. O árbitro de vídeo foi acionado em quatro oportunidades durante a partida, todas no segundo tempo. Na primeira, apontou impedimento e anulou o gol marcado por Ronan, do Atlético. Na mesma jogada, avaliou um possível pênalti por toque de mão de Wesley, do Bahia de Feira, que não foi marcado. Minutos depois, Felipinho invadiu a área, caiu após carrinho de Hércules e reclamou do lance. O VAR, contudo, não viu qualquer irregularidade em favor do Carcará. O último trabalho do árbitro de vídeo foi em mais um pedido de penalidade, em cima de Robert. O árbitro Emerson Ricardo de Almeida Andrade foi até a cabine e, dessa vez, marcou o pênalti, convertido por Ronan.

    • Partida de volta

      O campeão baiano da temporada 2021 será conhecido no próximo domingo, quando Bahia de Feira e Atlético de Alagoinhas voltarão a se enfrentar. O jogo será realizado às 16h (de Brasília), na Arena Cajueiro, em Feira de Santana. A equipe que vencer fica com o título. Em caso de novo empate, o estadual será decidido nos pênaltis.



      Com Infor/
      globoesporte


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp