Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
27/05/2021 às 16h58min - Atualizada em 27/05/2021 às 17h40min

A retomada do turismo no Brasil e no mundo será em passos lentos

A pandemia causou graves problemas no setor de turismo, provocando prejuízos que ultrapassam a casa dos 320 milhões de dólares. A expectativa é que mesmo em passos lentos a situação comece a melhorar, mas somente a partir de 2022 será possível ver resultados.

DINO
https://guiacumbuco.com.br
A retomada do turismo no Brasil e no mundo

A pandemia provocada pelo novo coronavírus trouxe sérios problemas para o turismo no Brasil e no mundo. De acordo com informações veiculadas no UOL, o período de 12 meses compreendido entre o mês de março de 2020 e março de 2021 soma mais de 312,6 bilhões de reais em prejuízos, com a operação abaixo dos 50% de sua capacidade.

As restrições de locomoção afetam diretamente quem precisa e gosta de viajar, seja para dentro ou fora do país. O que levou muitas pessoas a adiarem ou até mesmo cancelarem voos nacionais e internacionais. Ou seja, os prejuízos não foram apenas para o Brasil. O mundo inteiro está sofrendo com a queda na arrecadação no setor de turismo. Informações veiculadas no G1 em outubro de 2020 afirmam que a queda era de 70% no registro de voos internacionais. O setor de turismo sofreu sérios impactos no primeiro semestre da pandemia.

Estima-se que o mundo amargou um prejuízo acima 320 bilhões de dólares apenas no primeiro semestre da pandemia. Essa informação foi repassada pela Forbes no dia 31 de julho de 2020. Ou seja, pouco tempo depois do início desse grande pesadelo, os números já eram motivo de preocupação.

Ter esperança de um futuro melhor nesse segmento é um grande desafio, pois a situação ainda não se mostra favorável. As incertezas são crescentes e quando se imagina que tudo está acabando, eis que surge uma nova onda de contaminação, ceifando vidas, adoecendo muitas pessoas e fazendo com que a economia fique ainda mais abalada.

No entanto, qualquer sinal de melhora, mesmo que seja pequena, se torna motivação para grandes e pequenos empresários, bem como o próprio OMT (Órgão Mundial do Turismo). Por isso, há esperança de que daqui para a frente, a situação comece a mudar. A previsão de melhora considerável é a partir de 2022, até lá acredita-se que a população esteja vacinada, o que reduz drasticamente o número de mortes e possibilidade de contágio.

Mesmo a passos lentos é possível prever melhorias para o setor de turismo no Brasil e no mundo Embora a situação ainda não esteja tão favorável, os empresários preveem uma melhora, mesmo que a passos lentos. De acordo com o Caderno de Viagens do Estadão, a aposta inicial é na retomada do turismo doméstico, que no mês de março teve uma alta de 43%. Uma porcentagem significativa para o setor em constante declínio desde o início da pandemia.

Essa alternativa se tornou a mais viável, diante do cenário de restrição de circulação e fechamento de fronteiras. Muitas pessoas começaram a valorizar as belezas do Brasil, fazendo disso uma alternativa viável para viagens curtas mesmo em tempos de pandemia.

Além de se preocupar com a retomada do turismo no Brasil e no mundo, as empresas terão que atender às exigências sanitárias e assim conquistar a confiança dos passageiros. A adoção rigorosa de medidas de contenção para evitar a propagação do novo coronavírus, bem como a contratação de profissionais especializados para lidar com os passageiros e garantir sua a tranquilidade será fundamental para a recuperação do turismo no Brasil e no mundo.

Há ainda grande expectativa para a recuperação do turismo cujo público-alvo são as pessoas da classe alta. Uma vez que mesmo sofrendo os abalos da pandemia, terão condições de investir em viagens. Eles serão responsáveis pela recuperação do turismo internacional em sua maior parte.

Grandes parques como Walt Disney Word Resort não deixaram se abater pela pandemia e adotaram as principais medidas sanitárias para não ter suas portas fechadas por um longo período, evitando, assim, os prejuízos constantes e crescentes.

O turismo nacional vai caminhar a passos lentos, mas já dá sinal de melhoras com o aumento dos voos domésticos e a busca por opções de hospedagem segura, como é o caso de pousadas e hotéis-fazenda.

De acordo com Decreto do Governo, as pousadas e hotéis no Ceará poderão funcionar com horário estendido durante a semana e aos finais de semana com horário reduzido. Essa iniciativa visa oferecer um atendimento de qualidade aos hóspedes.

Dentro e fora do país é possível perceber que o setor de turismo e hotelaria já se adequou às novas formas de atendimento diante do cenário atual. Em hospedagens internacionais, alguns hotéis já aderiram ao teste rápido da COVID-19. Uma forma de evitar a contaminação e proteger os demais hóspedes e funcionários.

Além disso, as medidas de sanitização, distanciamento adequado, redução da capacidade e ventilação dos ambientes se tornaram rotina nos empreendimentos do segmento de turismo. A potencialização da limpeza de acordo com os protocolos exigidos pelas autoridades sanitárias também é uma realidade.

Levar essas informações aos clientes é fundamental. O marketing digital é um grande aliado nesse momento, pois possibilita uma comunicação muito mais rápida e eficaz. Dessa forma, o público-alvo será alcançado e as pessoas terão conhecimento sobre as medidas adotadas, o que aumenta a confiança e o desejo de realizar viagens e assim fomentar a retomada do turismo.



Website: https://guiacumbuco.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

51.9%
14.8%
0%
7.4%
7.4%
0%
0%
3.7%
0%
0%
3.7%
11.1%
0%
0%
0%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp