Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
30/05/2021 às 00h33min - Atualizada em 30/05/2021 às 00h33min

Além da estética: alinhadores transparentes são mais práticos e higiênicos.

De acordo com ortodontista, eles se equiparam em eficiência ao aparelho fixo.

Por Van Carvalho
Fotos: Divulgação

Mais modernos e práticos, os alinhadores transparentes já existem há mais de 20 anos, mas apenas recentemente ganharam a preferência entre os brasileiros que usam aparelho dentário. No entanto, seus benefícios vão muito além da estética, como explica a ortodontista Candice Belchior.  

 

“Pelo fato de serem removíveis, os alinhadores garantem uma praticidade e um conforto maior ao paciente. Eles também são bastante higiênicos. Diferente do aparelho fixo, a pessoa não tem nada preso ao dente que atrapalhe ou restrinja sua alimentação, não tem a preocupação de quebrar a aparelhagem e nem o desconforto de se machucar”, afirma.  

 

De acordo com a dentista, o conhecimento sobre a técnica e o avanço da tecnologia, permitem que o alinhador se equipara hoje ao aparelho fixo, podendo atender todo tipo de tratamento. “A indicação por um ou por outro, vai ser de acordo com o perfil do paciente”, elucida Candice. Segundo ela, o alinhador é um tipo de tratamento que requer a colaboração do paciente em utilizar corretamente, permanecer com o aparato durante o tempo estipulado. “Ele precisa de fato aderir ao tratamento, para ele funcionar”, completa.  

 

Altamente tecnológico 

Uma rotina comum para alguém que utiliza aparelho ortodôntico fixo é precisar ir mensalmente ao consultório do dentista para manutenção da aparelhagem e permanecer por alguns dias com dor após regular a tensão do metal. Com os alinhadores, a ativação é toda controlada digitalmente. Segundo Candice, esse é o grande diferencial entre as duas formas de tratamento: uma precisão muito maior sobre o resultado. 

 

“Conseguimos fazer as movimentações dos dentes de forma virtual, fazer os protótipos, ou seja, imprimir os modelos com a movimentação já realizada e produzir os alinhadores para as posições dentárias desejadas. Então, a previsibilidade é muito superior se comparada a um tratamento ortodôntico convencional, que é muito mais artesanal”, exemplifica a dentista. 

 

Além disso, os alinhadores requerem uma frequência ao consultório muito menor. “Enquanto pro aparelho fixo os pacientes tinham que fazer manutenção a cada três semanas, com o alinhador o retorno vai ser em seis semanas ou até dois meses. A depender do procedimento, eu não preciso que o paciente retorno ao consultório todo o tempo”, garante Candice.  

 

“Isso é muito interessante para os pacientes, que têm cada vez menos tempo para virem ao consultório. Pois reduz as consultas se tornam mais espaçadas. Até mesmo agora durante a pandemia, eu conseguia fazer o controle de movimentação à distância e enviar os alinhadores para as casas dos pacientes, sem que eles precisassem vir até mim”, conta.  

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

50.0%
17.9%
0%
7.1%
7.1%
0%
0%
3.6%
0%
0%
3.6%
10.7%
0%
0%
0%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp