07/07/2021 às 16h43min - Atualizada em 08/07/2021 às 00h00min

“Vacinação contra gripe é vital”, alerta especialista na última semana da campanha

Imunização contra Influenza é diferente da vacina contra o coronavírus

SALA DA NOTÍCIA Faculdade Anhanguera
https://www.anhanguera.com/
Pixbay
A Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe teve início no dia 12 de abril e encerra na próxima sexta-feira, dia 9 de julho, em todo o território nacional. De acordo com o Governo do Estado de São Paulo a intenção é vacinar 18,5 milhões de paulistas, sendo a expectativa do Ministério da Saúde de vacinar pelo menos 90% dos brasileiros que integram o grupo prioritário. Ainda de acordo com o Ministério, cerca de 34,2 milhões dos 79 milhões de cidadãos que integram os grupos prioritários já foram vacinados contra a gripe este ano, o que representa cerca de 42% do público-alvo.

A enfermeira Mariana Castro alerta sobre a importância da vacinação, em especial as crianças e idosos. “Nos períodos mais frios há um aumento na circulação do vírus influenza e a vacina é capaz de promover uma barreira de proteção. Importante frisar que a gripe e o coronavírus possuem sintomas semelhantes. Ou seja, se nos protegemos do vírus gripal, fica mais fácil o diagnóstico de Covid-19. A imunização contra gripe é vital”, ressalta a especialista, que é coordenadora do curso de Enfermagem do Centro Universitário Anhanguera.

Em razão da pandemia, a vacinação contra gripe precisa ser organizada com o calendário de vacinação conta o coronavírus. “Há um intervalo mínimo de 14 dias que deve ser observado entra a aplicação das doses contra a influenza e coronavírus. Essa é uma recomendação do Ministério da Saúde, por isso tenha anotado e guardado o comprovante de vacinação de ambas para ter certeza da data”, alerta a especialista. “Importante reforçar que uma não substitui a outra”, complementa.

Mariana salienta ainda que a vacinação é capaz de prevenir contra o surgimento de complicações decorrentes da gripe, além de evitar a sobrecarga em unidades de saúde. “Estamos atravessando um período crítico e toda e qualquer ajuda para desafogar o sistema de saúde é bem-vinda. Por isso, é importante que as pessoas se imunizem para minimizar a busca por assistência médica em postos e hospitais. Além de se manter saudável e ajudar desafogando o atendimento nesses locais, evita a possíveis exposições ao vírus da Covid-19”.

Lembrando que, na capital paulista, a fase de prioridades já foi concluída, portanto para o calendário geral acesse o site da prefeitura da cidadewww.prefeitura.sp.gov.br. Antes de sair de casa, veja também quais os postos de saúde disponíveis no mesmo site. A rede privada está aberta com as tri e quadrivalentes até durarem os estoques de vacinas e suas validades, o que pode ser depois do dia 9 de julho.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

58.1%
16.3%
0%
7.0%
4.7%
2.3%
0%
2.3%
0%
0%
2.3%
7.0%
0%
0%
0%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp