08/07/2021 às 11h55min - Atualizada em 08/07/2021 às 18h20min

Grupo Gema de Minas expande os negócios e inclui a venda de feijões em seu portfólio

Vendas serão iniciadas no Vale do Jequitinhonha

SALA DA NOTÍCIA Stéphane Medeiros
Divulgação: Komunic
O grupo Gema de Minas não para de crescer. A rede tem 24 anos de atuação no mercado com quatro marcas: Café Gema de Minas, Capelinha, Midiã e Café Monte Claros, e está presente em cerca de 300 cidades mineiras, com atuação na região dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri, Rio Doce, Centro Oeste de Minas e na região Metropolitana de Belo Horizonte. Buscando cada vez mais aumentar a variedade de produtos oferecidos em seu portfólio, a marca se prepara para o lançamento do feijão Gema de Minas.

É sabido que Minas Gerais possui um forte mercado na produção de grãos. Segundo o 4º Levantamento de Grãos 2020/2021 da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) publicado no dia 13 de janeiro, o volume para produção no estado deve ser de 16,03 milhões de toneladas. Em seu 1º levantamento, a Conab mostrou um aumento de 14% na área de plantio, em decorrência do crescimento no consumo do feijão durante a pandemia de Covid-19.

“Neste contexto, detectamos um novo nicho de oportunidade e temos estrutura para atender essa demanda. O feijão Gema de Minas, o primeiro de muitos lançamentos de 2021 do grupo, seguirá os mesmos padrões de produção de grãos de alta qualidade e pureza já conhecidos pelos consumidores em outros itens como o famoso café. O grupo Gema de Minas reforçando o compromisso de se manter uma empresa consciente e comprometida com a sustentabilidade, vem reestruturando a sua linha de produção, investindo em tecnologia e segurança”, afirma Ivan Caldeira, CEO da marca.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

57.8%
17.8%
0%
6.7%
4.4%
2.2%
0%
2.2%
0%
0%
2.2%
6.7%
0%
0%
0%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp