Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
17/08/2021 às 17h52min - Atualizada em 18/08/2021 às 00h00min

PwC Brasil anuncia nova estratégia com investimentos no Centro-Oeste e em Minas Gerais

No Centro-Oeste e em Minas Gerais, os investimentos vão se concentrar no apoio às organizações do agronegócio e a empresas familiares; também está prevista a contratação de 200 novos profissionais

SALA DA NOTÍCIA Interface Comunicação
Guilherme Campos - foto divulgação
A PwC Brasil anunciou planos de expansão da atuação no Centro-Oeste e em Minas Gerais, incluindo a ampliação da oferta de serviços profissionais integrados para apoiar as organizações em dois segmentos estratégicos: o agronegócio e as empresas familiares. A firma também estima a contratação de 200 profissionais no Centro-Oeste (onde mantém escritórios em Goiânia e Brasília) e em Minas Gerais (Belo Horizonte)  nos próximos cinco anos. As novas ações fazem parte da estratégia chamada de “A Nova Equação”, que responde às transformações fundamentais no mundo, incluindo disrupções tecnológicas, divisões geopolíticas, mudanças climáticas e os efeitos da pandemia de Covid-19.

“A Nova Equação” tem como foco duas necessidades interligadas que os clientes da firma de prestação de serviços integrados —desde auditoria até consultoria, passando por Segurança Cibernética, Tecnologia, Digital, ESG, Estratégia, Tax e Forensics, entre outros— têm pela frente nos próximos anos. A primeira é construir confiança, algo que nunca foi tão importante nem tão difícil em um contexto de incertezas, mudanças constantes e cobrança crescente de que as empresas sejam protagonistas em questões mais amplas como a desigualdade, a exclusão digital e as mudanças climáticas. As organizações precisam, cada vez mais, ganhar e manter confiança em uma ampla gama de tópicos que são essenciais para seus stakeholders. O sucesso depende da maneira como os executivos pensam e de mudanças fundamentais em cultura organizacional, sistemas e ambição.

A segunda é entregar resultados sustentáveis em um ambiente em que a competição e o risco de ruptura são mais intensos que nunca e as expectativas da sociedade nunca foram tão altas. As empresas precisam mudar de forma mais rápida e abrangente para atrair capital, talento e clientes. Muitas vezes, no entanto, iniciativas de transformação concebidas de forma superficial não entregam os resultados que prometem. É necessária uma nova abordagem.

“Com as profundas mudanças que vivenciamos e que continuarão nos próximos anos, o sucesso das organizações só será possível com a solidez de dois pilares: confiança e a entrega de resultados sustentáveis”, afirma Marco Castro, presidente da PwC Brasil. “Para apoiar nossos clientes nesses desafios, vamos combinar criatividade, paixão e experiência com a melhor tecnologia. E por trás de tudo isso, estão nossas pessoas —uma comunidade de solvers, que se unem de formas inesperadas para criar novas soluções para novos tempos. É disso que trata a nossa estratégia, a qual chamamos de A Nova Equação”, explica.

De acordo com o sócio líder da PwC Brasil para o Centro-Oeste e Minas Gerais, Guilherme Campos, “A Nova Equação” vai apoiar as empresas em questões estratégicas que ganharam força nos últimos anos e serão cada vez mais centrais para as empresas e a sociedade, como a governança e a sustentabilidade. “Investir em governança e transparência e ter uma atuação clara que atenda aos pilares ESG [sigla em inglês para ambiental, social e governança] é fundamental para que as organizações mantenham a confiança dos clientes e demais públicos e cresçam de modo sustentável”, afirma Campos. “É nesses pilares que a PwC Brasil se consolida no Centro-Oeste e em Minas Gerais, com especial foco no agronegócio e empresas familiares, que têm pela frente um futuro de prosperidade, mas também de desafios ligados a governança, crescimento, transformação digital e inovação."

A implementação dessa nova estratégia representa o maior ciclo de investimentos já realizado pela PwC no Brasil. A firma vai investir em quatro frentes:
1. Tecnologia e transformação digital - A PwC vai manter sua estratégia de ser liderada por humanos e movida a tecnologia. Ela continuará a expandir rapidamente o uso de computação em nuvem, inteligência artificial, alianças tecnológicas, realidade virtual e outras tecnologias emergentes para fornecer insights e gerar vantagem competitiva para os clientes. Além disso, a PwC vai acelerar a adoção de produtos de tecnologia, a fim de apoiar a colaboração contínua e permitir que seus profissionais automatizem processos. Esses produtos e automações transformarão a experiência do cliente e permitirão o surgimento de novos insights e a geração de valor. Neste processo, além de investimentos globais, serão investidos mais de R$ 700 milhões nos próximos cinco anos apenas no Brasil.

2. Capacitação e pessoas - Serão investidos mais de R$ 600 milhões nos próximos 5 anos em capacitação de pessoas em diversas áreas como Transformação Digital, ESG, atualização de novos riscos e tendências que afetam os diversos segmentos da economia, além de treinamentos de soft e hard skills em geral, como liderança e especializações necessárias para este novo cenário. Nestes esforços, serão investidas mais de 300 mil horas em treinamento.

3. ESG - Serão investidos mais de R$ 100 milhões nos próximos cinco anos em programas de impacto social, ambiental e de governança no mercado. Estas iniciativas incluem programas que visam reduzir o gap digital e educacional em nossa sociedade e aumentar a inclusão de profissionais no mercado de trabalho em geral. No programa Access Your Potential, no qual jovens talentos em contextos adversos recebem mentoria de profissionais da PwC, treinamentos e oportunidades de carreira dentro e fora da firma, serão beneficiados 2.000 jovens em 5 anos. Serão aplicadas mais de 50 mil horas de mentoria em geral em programas como este e em outros, como os relacionados à Inclusão e Diversidade. Adicionalmente, a PwC Brasil reafirma o compromisso já anunciado em reduzir suas emissões pela metade e ser Netzero até 2030, além de apoiar iniciativas desta natureza junto a clientes. Adicionalmente, promoverá ações para aumento da governança em nosso país.

4. Ampliação da força de trabalho - Serão contratadas mais de 7.000 pessoas em todo o Brasil nos próximos 5 anos.
“A Nova Equação combina criatividade, paixão, experiência e tecnologia para ir além das soluções simples e imediatas —buscando algo que impacte positivamente a vida das pessoas e que possa ser sentido no mundo ao nosso redor. Queremos ajudar nossos clientes a gerar resultados sustentáveis e criar confiança hoje e amanhã”, completa Marco Castro.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

46.5%
36.6%
0.7%
3.5%
3.5%
1.4%
0%
0.7%
0%
0.7%
0.7%
3.5%
0.7%
0%
1.4%
Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp