Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
15/04/2019 às 15h44min - Atualizada em 15/04/2019 às 19h51min

Presidente do SINDICOMIS/ACTC indica, ao Palácio do Planalto, Marcelo Moufarrege à presidência da APEX

Ofícios protocolados junto à Presidência da República e ao Ministério das Relações Exteriores formalizaram o apoio do SINDICOMIS/ACTC, dirigido por Luiz Ramos, para que o cargo de presidente da APEX seja ocupado por Marcello Alexis Moufarrege.

DINO - http://sindicomis.com.br/
http://www.dino.com.br/releases/presidente-do-sindicomisactc-indica-ao-palacio-do-planalto-marcelo-moufarrege-a-presidencia-da-apex-dino890202343131
Jair Bolsonaro, Marcello Alexis Moufarrege e Flávio Bolsonaro

Ofícios protocolados no dia 12 de abril, junto à Presidência da República e ao Ministério das Relações Exteriores, formalizaram o apoio do SINDICOMIS/ACTC, dirigido por Luiz Ramos, para que o cargo de presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX) seja ocupado por Marcello Alexis Moufarrege.

Ao presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, Luiz Ramos enfatizou: "O aventado profissional possui grande experiência em Gestão Estratégica e Marketing Internacional; é graduado em Direito e Economia e, também, pós-graduado em Marketing e Publicidade. Possui fluência em inglês, espanhol e árabe. Sua vasta experiência e demais habilidades estão asseveradas em currículo anexo. Conferem a este profissional as prerrogativas necessárias ao pleno desempenho das atribuições do cargo".

Aos 53 anos de idade, Moufarrege possui sólida experiência no comércio exterior e conta com o apoio do primeiro escalão do governo Bolsonaro e de pessoas próximas ao presidente para ocupar a presidência da APEX.

Moufarrege também atua como consultor estratégico de comunicação de Walid Phares, assessor de política externa do presidente Donald Trump. Ele é especialista em segurança nacional de negócios internacionais e atuou, entre 2017 e 2018, na Coalizão Americana do Oriente Médio para a Democracia nas Relações Brasil-Estados Unidos.

Como fez questão de formalizar em seus ofícios ao presidente Bolsonaro e ao ministro Ernesto Araújo, Luiz Ramos comenta que o Brasil está frágil no que tange o desenvolvimento do comércio internacional. "Diante deste fato, sabemos da suma importância da APEX na construção de uma estratégia para uma política comercial que alcance o desenvolvimento e competitividade das empresas brasileiras, a fim de promover produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos de nossa economia."



Website: http://sindicomis.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

50.0%
25.8%
0%
6.1%
4.5%
1.5%
0%
1.5%
0%
1.5%
1.5%
6.1%
0%
0%
1.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp