19/04/2019 às 10h11min - Atualizada em 19/04/2019 às 10h11min

MELLO FRANCO: TOFFOLI TENTOU ERGUER UM ESCUDO PARA PROTEGER A SI MESMO



O jornalista Bernardo Mello Franco observa que a abertura de um inquérito para apurar o uso de fake news contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) por determinação do presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, foi uma tentativa de erguer "um escudo para proteger a própria imagem".

"Talvez soubesse que voltaria a ser citado na Lava-Jato. Ele já havia sido lembrado na delação da OAS. Na semana passada, apareceu num e-mail interno da Odebrecht", diz Mello Franco em sua coluna no jornal O Globo.

"O presidente do Supremo se juntou à legião de figuras públicas com apelidos dados pela empreiteira. Depois do "Caranguejo", do "Botafogo", do "Decrépito" e do "Viagra", despontou como o "Amigo do amigo de meu pai". Em defesa do ministro, seu codinome foi citado sem a companhia de uma cifra", diz.

"Mesmo sem ter sido acusado de crime, Toffoli reagiu com fúria. Incentivou o colega Alexandre de Moraes a censurar a revista que publicou o e-mail. Depois da enxurrada de críticas, resolveu insistir no erro. "É necessário mostrar autoridade e limites", justificou. O excesso de soberba encorajou os ministros mais experientes a romperem o silêncio", afirma o jornalista.


Com Infor/Brasil247


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

50.0%
25.8%
0%
6.1%
4.5%
1.5%
0%
1.5%
0%
1.5%
1.5%
6.1%
0%
0%
1.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp