Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
22/04/2019 às 19h05min - Atualizada em 22/04/2019 às 19h05min

Inscrições para eleição de conselheiros dos Direitos Humanos seguem até dia 30

Secom/Ssa
Por: Elisabete Nogueira

Os interessados em participar do processo de eleição dos representantes da sociedade civil para o Conselho Municipal de Direitos Humanos, Cidadania e Defesa Social de Salvador (CMDH), mandato 2019/2021, precisam correr para garantir as inscrições. O prazo termina na próxima terça-feira (30). 

 

Podem participar da seleção as Organizações da Sociedade Civil (OSCs); agremiações sociais filiados ao Movimento Nacional de Diretos Humanos (Articulação Bahia ou entre os filiados ao Fórum Comunitário de Combate à Violência); e as entidades que sejam constituídas como de Direitos Humanos há três anos, via estatuto.

 

São 16 vagas de representação da sociedade civil no CMDH, sendo oito vagas titulares e oito vagas suplentes. A eleição dos conselheiros da sociedade civil será realizada no dia 24 de maio, das 8h à 12h, na sede do Conselho Municipal de Assistência Social de Salvador (CMASS), na Avenida Sete de Setembro, Edifício Oxumaré, 89, Térreo.

 

Serão considerados como conselheiros titulares eleitos os candidatos que obtiverem o maior número de votos, e como conselheiros suplentes os oito candidatos subsequentes na ordem de classificação. Até o dia 30 de maio, as representações da sociedade civil eleitas podem fazer alteração na indicação da pessoa designada, precisando comprovar sua vinculação formal à organização. O resultado da eleição deverá ser publicado no DOM até o dia 31 de maio para a consequente nomeação dos eleitos.

 

Habilitação - As entidades deverão protocolar alguns documentos para habilitação ao processo eleitoral, em envelope lacrado, na sede da Sempre. São eles o Requerimento de Habilitação preenchido e assinado pelo presidente ou representante legal, informando a condição de habilitação, indicando representante e suplente; cópia do RG do representante e do suplente indicados; e relatório e/ou comprovações de atividades desenvolvidas na área de Direitos Humanos.

 

Além disso, são exigidos também comprovação de que as pessoas designadas na condição de representante e de suplente compõem a organização/entidade que se propõem a representar; cópia de estatuto social ou ato constitutivo da entidade ou organização em vigor; cópia de ata de eleição e posse da atual diretoria, registrada em cartório;  e cópia do comprovante de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ).

 

No caso de fóruns, redes e/ou movimentos sociais que não possuam os documentos citados acima, devem ser apresentados atos constitutivos de fundação e respectiva atuação (regimento e/ou carta de compromisso e/ou similares) nos últimos três anos. A documentação deve ser entregue e protocolada na sede da Sempre, localizada na Avenida Estados Unidos, Edifício Sesquicentenário, 50, 7º andar, Comércio, endereçada à Comissão Eleitoral até o dia 30, em dias úteis, de 9h às 16h.

 

O CMDH é um órgão deliberativo da política municipal de direitos humanos, vinculado à Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre). A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Associação Baiana de Imprensa (ABI) e a Câmara Municipal de Salvador possuem assentos permanentes no órgão.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

50.0%
25.8%
0%
6.1%
4.5%
1.5%
0%
1.5%
0%
1.5%
1.5%
6.1%
0%
0%
1.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp