Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
26/04/2019 às 11h38min - Atualizada em 28/04/2019 às 19h21min

Car sharing e a ameaça para o setor automobilístico

Para muitos, o conceito de economia compartilhada é visto como uma ameaça para o setor automotivo. O temor de ociedade entre montadoras e concessionárias fez com que muitos lojistas se reinventassem, acompanhando as mudanças tecnológicas e aderindo novos softwares que facilitam a transição e venda de veículos.

DINO - http://www.passecarros.com.br

No Brasil, o mercado de compartilhamento de carros é uma tendência que não para de crescer. O serviço de car sharing chegou na Europa e se expandiu para outros continentes rapidamente, com estimativa de movimento global no valor de US$ 6,2 bilhões para o próximo ano, segundo pesquisa realizada pelo Navigant Research.

Conhecido pela praticidade e rápido uso, o compartilhamento de carros consiste no aluguel de veículos por um determinado período, ajudando a reduzir a quantidade de veículos nas ruas, que em efeito dominó, resulta em redução de trânsito e emissão de poluentes.

A área de vendas é uma das que mais vêm sofrendo impacto com as mudanças proporcionadas pelo fenômeno digital. Após a chegada e ascensão da era virtual, o público já não é o mesmo e o setor automotivo foi um dos que mais tiveram que se adaptar ao novo mercado.

Para muitos, o conceito de economia compartilhada é visto como uma ameaça para o setor automotivo. O temor de ociedade entre montadoras e concessionárias fez com que muitos lojistas se reinventassem, acompanhando as mudanças tecnológicas e aderindo novos softwares que facilitam a transição e venda de veículos.

Porém, enquanto o setor de 0km vem oscilando na economia brasileira nos últimos anos, o setor de seminovos e usados ganha espaço entre os consumidores a cada dia mais. 

Dados divulgados pela Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto) mostram que o segmento de usados teve alta de 0,76% no primeiro trimestre do ano em comparação com o mesmo período do ano passado, destacando ainda, a categoria de carros com mais de nove anos, que tiveram alta de 18% em relação a 2018.

Otimistas com os novos rumos da política brasileira, lojistas têm investido mais no segmento de seminovos e usados. Para Ricardo Lima, sócio proprietário da Passe Carros, ferramenta de repasse de veículos, a migração do processo de venda atual para o online, é o ponto de virada para a indústria automotiva. 

Aderindo a softwares que facilitam o giro rápido de estoque e padronizando os processos de venda, fica muito mais fácil entregar o que o público procura. Cruzando o perfil de lojistas que procuram por veículos com as mesmas características que você está ofertando, a ferramenta já está disponível para tablets e smartphones Android e IOS.

Especializada em seminovos e usados e com forte presença no mercado automotivo desde 2012, a Passe carros possui integração com os maiores DMS’s e sistemas integradores de estoque existentes no Brasil. A empresa presta atendimento em todos os estados brasileiros padronizando o processo de venda e comprometendo-se com os resultados de cada concessionária e lojista.

Informações à Imprensa - MKT | bprc

Isabella Perim | Fabiana Roxo | MTB 65004/SP | press@bprc.com.br | +55 (19) 3035.0181



Website: http://www.passecarros.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

50.0%
25.8%
0%
6.1%
4.5%
1.5%
0%
1.5%
0%
1.5%
1.5%
6.1%
0%
0%
1.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp