Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
21/06/2022 às 01h29min - Atualizada em 21/06/2022 às 01h29min

Exercícios físicos ajudam no combate ao colesterol alto.

Uma alimentação adequada e a prática de atividades físicas regularmente são fundamentais para uma vida mais saudável.

Por Van Carvalho
Fotos: Divulgação


 

Mudar os hábitos de vida pode evitar grande parte das doenças e distúrbios metabólicos, que afetam as artérias e o coração. Uma alimentação adequada e a prática de atividades físicas regularmente são fundamentais para uma vida mais saudável. Além de proteger o coração, manter o corpo em movimento enrijece os músculos e aumenta o condicionamento físico. 

Mas, para além disso, os exercícios também colaboram para o controle do colesterol, pois eles ajudam a diminuir os níveis de colesterol ruim e aumentam o colesterol bom. De acordo com Leandro Dias, Coordenador Geral da Rede Alpha Fitness, a atividade física é importante, pois ela estimula a produção de HDL (colesterol bom) e aumenta consequentemente a qualidade de vida dos praticantes. “O exercício físico modifica comportamentos e padrões viciosos. Quando adotamos o hábito de fazer exercícios físicos e cuidar da alimentação com o objetivo de melhorar a saúde, promovemos uma modificação de comportamento”, comenta.

Mas para que a atividade física auxilie na redução do colesterol ruim e no aumento do HDL, é importante que ela seja feita com o acompanhamento de profissionais da saúde (que vão fazer um check-up médico) e do esporte (que vai orientar quanto à intensidade da atividade e do descanso e ainda garantir a segurança do paciente. “Exercícios aeróbicos como corrida, caminhada, natação e bicicleta, são os mais efetivos no combate ao colesterol alto. Porém, a escolha da modalidade irá depender da preferência de cada um e, para que a prática apresente os resultados esperados, é importante que ela seja frequente. Ou seja, não adianta caminhar uma vez por semana e acreditar que será suficiente para combater os altos níveis de colesterol e auxiliar na manutenção da saúde”, finaliza o especialista.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp