Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
22/01/2020 às 16h39min - Atualizada em 23/01/2020 às 18h33min

Brasil recicla menos de 2% de seu lixo plástico e é o 4° maior produtor desse tipo de resíduo no mundo

O Brasil se encontra na quarta posição do ranking dos países que mais produzem lixo plástico no mundo, ficando atrás dos Estados Unidos, da China e da Índia. Ao todo, são mais de 11 milhões de toneladas todos os anos.

DINO
https://sanepav.com.br/

O mundo vive um período de crise no meio ambiente. A poluição da água, do solo e do ar, principalmente em decorrência da superprodução de plásticos, só irá piorar se nada for feito. De acordo com o relatório do WWF (Fundo Mundial para a Natureza), é preciso que todos os envolvidos no segmento dos plásticos assumam a responsabilidade pelo que a natureza está pagando.

O estudo intitulado "Solucionar a Poluição Plástica: Transparência e Responsabilização" trata justamente da latência por um acordo global que combata a poluição dos plásticos.

Brasil recicla menos que 2% de todo o seu lixo plástico

De acordo com dados do Banco Mundial, o Brasil se encontra na quarta posição do ranking dos países que mais produzem lixo plástico no mundo, ficando atrás dos Estados Unidos, da China e da Índia.

Ao todo, são mais de 11 milhões de toneladas todos os anos. Desse montante, mais de 10 milhões de toneladas chegaram a ser coletadas (ou seja, 91%), porém apenas 145 mil toneladas foram recicladas, o que corresponde a apenas 1,28%. Trata-se de um dos menores índices da pesquisa e está bem abaixo da média mundial de reciclagem (9%).

Ainda que o lixo passe pelos centros de reciclagem, ocorrem perdas durante a separação dos tipos de plásticos (principalmente em casos de multicamadas, baixo valor ou contaminação). Em vista disso, até 7,7 milhões de toneladas vão parar nos aterros sanitários. Além disso, há mais de 2 milhões de toneladas de plástico que são descartadas de maneira incorreta, em lixões a céu aberto, sem qualquer tratamento.

Brasil produz quase 1 quilo de lixo plástico por habitante toda semana

Ainda sobre o levantamento feito pelo WWF, em conjunto com os dados do Banco Mundial, o Brasil produz cerca de 1kg de lixo plástico, para cada habitante, toda semana. É visível a urgência por uma mudança na forma como o mundo lida com o problema.

Há uma vazão de lixo plástico absurda na natureza, o que ameaça a vida de todo o ecossistema, inclusive dos humanos. Agora, é preciso traçar soluções palpáveis e unir esforços para colocar em prática normas e regulamentos que responsabilizem os grandes produtores de plásticos.

Gestão de resíduos é fundamental na luta contra a poluição por plásticos

Com o avanço do acúmulo de lixo no país, abre-se espaço para empresas especializadas na redução e contenção de possíveis danos que possam ser causados pela má gestão do que é descartado.

Entra, como exemplo, as ações que são tomadas pela empresa Sanepav para o combate e minimização dos problemas. A empresa tornou-se sócia da SP&E, realizando o processo de transformação do plástico. A linha de equipamentos é composta por esteiras de pré-seleção, removedores de tampas e rótulos, moinhos, tanques de decantação, secadoras centrífugas e máquinas para moagem, com moderno e organizado sistema de armazenamento.

Além disso, a Sanepav realiza outras ações, como saneamento, limpeza e coleta de lixo. Também, é possível citar o serviço de coleta, pois a empresa trabalha há mais de 20 anos com coleta manual e mecanizada de resíduos sólidos urbanos e resíduos da construção civil.

É ideal navegar pelo site para conhecer mais sobre a Sanepav e as soluções que a empresa oferece em gestão de resíduos .

Sanepav CPI | Por dentro da Sanepav



Website: https://sanepav.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

52.5%
23.7%
0%
5.1%
5.1%
1.7%
0%
1.7%
0%
1.7%
1.7%
5.1%
0%
0%
1.7%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp