Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
03/02/2020 às 10h40min - Atualizada em 04/02/2020 às 09h30min

Microagulhamento é técnica para tratamento de diversos problemas estéticos

O microagulhamento é um tratamento estético que serve para tratar cicatrizes de acne, manchas, rugas e linhas de expressão da pele, através de uma estimulação natural feita com pequenas micro-agulhas que rolam pela pele promovendo microperfurações. Estas microperfurações realizadas são responsáveis pela indução de um processo inflamatório no local, capaz de estimular os fibroblastos, que são células responsáveis pela produção de colágeno.

DINO
http://www.hsmed.com.br
microagulhamento

O microagulhamento é a técnica estética que já provou excelentes resultados, é responsável pela produção de colágeno para melhoria das cicatrizes, manchas e rugas. A maior demanda desse tratamento ainda fica com o público feminino e os resultados prometem ser satisfatórios.

O microagulhamento é um procedimento dermatológico na área da estética onde agulhas pequenas são utilizadas para perfurar as camadas do epitélio, assim, estimulando a produção do colágeno. Também conhecido como Indução Percutânea de Colágeno por Agulhas (IPCA), sendo um tratamento que pode ser realizado por meio de inúmeras técnicas desde pequenos rolos que sustentam a agulha ou até outros equipamentos.

É sabido que o microagulhamento possui alta demanda do público feminino, já que serve para auxiliar em várias disfunções que a pele pode apresentar, como por exemplo, cicatrizes, manchas, rugas, as temidas linhas de expressão, que são disfarçadas por meio da estimulação natural realizada por micro agulhas que irão penetrar na derme favorecendo a formação de novas fibras de colágeno, assim irão fornecer maior firmeza e sustentação para a pele. O aparelho utilizado é o Dermaroller ou um aparelho automático chamado DermaPen.

Como funciona o tratamento?

Como já mencionado, o microagulhamento possui uma gama de pontos positivos para a saúde da pele visto que estimula a produção de colágeno, sendo indicado para: eliminar completamente cicatrizes causadas pela acne ou pequenas feridas, diminuir os poros dilatados do rosto, no combate as rugas e promover o rejuvenescimento epitelial e também auxilia para disfarças rugas e linhas de expressão, além de clarear manchas (os famosos melasmas) e eliminar estrias. Muitas pessoas ficam em dúvida de como funciona o procedimento e até causa medo por usar agulhas, porém o tratamento é indicado a iniciar com agulhas menores com cerca de 0,3 mm e o tamanho irá aumentando gradativamente. As agulhas irão penetrar na pele causando pequenos ferimentos e vermelhidão, estimulando de forma natural a produção de colágeno.

Se o tratamento desejado é de remover estrias, cicatriz antigas ou acne profundas, o tratamento deve ser sempre realizado por um profissional capacitado que deverá faz uso de uma agulha maior que 1,2 ou 3 mm. A agulha acima de 0,5 mm o tratamento pode ser realizado pelo Fisioterapeuta ou Esteticista, com agulhas de 3 mm só deve ser realizado por dermatologista.

Quais são suas principais contraindicações?

O microagulhamento está contraindicado nas seguintes situações: quando a acne está muito ativa com presença de espinhas e cravos presentes, infecções por herpes labial, se o paciente estiver tomando remédios anticoagulantes como por exemplo, heparina; ou se apresentar Diabetes Mellitus não controlado, se estiver em tratamento de radioterapia ou quimioterapia; ou se possui algum Câncer na pele ou doença autoimune.

Cuidados após o Microagulhamento.

É importante saber que a pele pode apresentar leve descamação após a realização do tratamento, junto a vermelhidão, ardor e um leve edema, com sensibilidade ao frio, calor e deve ser proteger dos raios solares.

O profissional pode indicar para o paciente faz uso da água termal para aliviar os sintomas, não é recomendado utilizar o protetor solar por até 12h após ter realizado o procedimento. Passando esse período o fotoprotetor é essencial e obrigatório, evitando a exposição solar nos primeiros 30 a 45 dias, sendo indicado usar o filtro solar que se adeque ao tipo de pele do paciente que pode usar com cor para potencializar a proteção. É sempre bom lembrar que é importante reaplicar o protetor conforme a recomendação na embalagem do produto.

O cliente deverá realizar uma limpeza diária de forma delicada fazendo uso de produtos indicados pelo profissional, que sejam suaves e hidratantes, evitando esfregar a pele com toalhas para evitar possíveis complicações. A hidratação é muito importante com produtos ativos cicatrizantes para proteger a barreira de proteção e o microbioma da pele, e além do protetor solar, pode abusar do uso de chapéus para evitar os raios solares.

Outro aspecto essencial é a hidratação, ou seja, beber muita água para manter a pele saudável e potencializar o resultado do tratamento estético que foi realizado, além de que o paciente deve ser submetido a uma cuidadosa ficha de anamnese que é primordial para saber a técnica é indicada ou não. Frisando que durante a gestação não é indicado realizar esse tipo de tratamento sem autorização prévia do obstetra.




Website: http://www.hsmed.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp