Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
05/03/2020 às 11h35min - Atualizada em 11/03/2020 às 20h33min

Cerca de 95% do lixo em praias brasileiras é composto por plástico

Cerca de 95% do lixo que é encontrado em praias do Brasil têm como principal componente o plástico (exemplos são as garrafas plásticas, canudos, copos descartáveis, embalagens diversas e redes de pesca).

DINO
https://sanepav.com.br/

Cerca de 95% do lixo que é encontrado em praias do Brasil têm como principal componente o plástico (exemplos são as garrafas plásticas, canudos, copos descartáveis, embalagens diversas e redes de pesca). As conclusões foram tiradas pelo trabalho de monitoramento do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (IO-USP), que é realizado desde 2012, com parceira do Plastivida (Instituto Socioambiental dos Plásticos).

Brasil tem demanda latente por mais pesquisas sobre a condição dos mares

Não há muitas informações com relação à questão do lixo no mar, principalmente no Brasil. Em relação à situação mundial, estima-se que os resíduos sólidos presentes nos oceanos sejam de diversas proveniências.

O que se sabe é que 80% dos resíduos sólidos dos mares é de origem terrestre, ou seja, são consequência da má gestão de resíduos, descarte inadequado do lixo, assim como forte presença de atividades econômicas poluentes (comércio, serviços, indústrias), como as portuárias e de turismo.

É claro que a população também é responsável por parte do problema, principalmente por não promover o descarte correto dos resíduos domésticos, que muitas vezes vão parar em rios e ruas, dando origem ao que os especialistas chamam de "poluição difusa".

Os outros 20% dos resíduos são de origem de atividades realizadas nos próprios oceanos, como mergulho recreativo, pesca, turismo (cruzeiros) e pesca submarina.

Brasil está em 16º no ranking dos países mais poluidores

Dentre os países que mais poluem mares do mundo, o Brasil está em 16º lugar, de acordo com dados liberados por pesquisadores americanos. Os estudiosos afirmam que a quantidade de resíduos sólidos que sai do ambiente terrestre e vai parar nos oceanos varia de 70 mil a 190 mil toneladas (das quais a maioria é de materiais plásticos).

De acordo com o mesmo estudo, a Indonésia, a China e as Filipinas são os três países que mais descartam resíduos nos oceanos, chegando a 3,5 milhões de toneladas de plástico todos os anos. As três nações também são citadas em outro estudo, encabeçado pela Ocean Conservancy, ONG americana. Em conjunto com o Vietnã e a Tailândia, esses países são responsáveis pelo despejo de 60% de todo o lixo encontrado nos oceanos do mundo.

Combatendo o problema com ajuda da Sanepav

O descarte de lixo adequado é necessário para garantir a destinação correta dos resíduos sólidos e combater a contaminação do solo, do ar e da água. Os dejetos, quando despejados em locais inadequados, também contribuem para a proliferação de doenças, que atingem animais e os seres humanos.

A Sanepav se preocupa com a saúde e a manutenção do meio ambiente, por isso oferece diversos serviços no segmento de gestão de resíduos para manter vias públicas e privadas bem longe do lixo.

Conte com auxílio da gestão de resíduos da Sanepav

A Sanepav oferece um serviço completo de gestão de resíduos , com coleta seletiva, varredura e destinação à usina de reciclagem.

A SP&E é uma usina de reciclagem parceira da Sanepav, que realiza toda a transformação do plástico por meio de equipamentos de qualidade, com removedores de tampas e rótulos, esteiras pré-seleção, tanques de decantação, secadoras centrífugas, moinhos, máquinas para moagem e moderno sistema de armazenamento.

Sanepav CPI | Por dentro da Sanepav



Website: https://sanepav.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

46.2%
37.2%
0.7%
3.4%
3.4%
1.4%
0%
0.7%
0%
0.7%
0.7%
3.4%
0.7%
0%
1.4%
Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp