26/05/2020 às 14h47min - Atualizada em 10/06/2020 às 22h33min

Adaptações das escolas e empresas em meio à COVID -19 e a quarentena

A partir das medidas de saúde tomadas para a contenção da COVID – 19 no país, as famílias precisaram se adaptar a uma nova realidade. Pais e filhos, para que a vida continue a fluir mesmo com o isolamento e harmonia, é preciso ter muita cooperação e compreensão para realizar as atividades escolares e profissionais em home office com excelência. 

DINO
https://escolazion.com/

Para controlar o contágio do novo coronavírus (COVID - 19), as empresas e escolas de todo o mundo começaram a criar novas formas de desenvolvimento de suas atividades, incluindo principalmente, atividades remotas através do uso da tecnologia.

Tudo isso se deve à cartilha de prevenção criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que recomenda a higienização de ambientes e objetos de uso laboral, além da lavagem de mãos, uso de álcool em gel e máscaras e em último caso, o isolamento social.

Essas medidas preventivas - que tanto as empresas quanto as escolas precisaram adotar - revelam a criatividade em meio às dificuldades de ensinar e gerir um negócio.  E essas novas possibilidades de crescimento têm como grande aliada à tecnologia e a Internet, que são utilizadas sem sair de casa.

Escolas

Frente ao grande desafio de levar a escola para dentro de casa, a parceria com as famílias para garantir que as crianças e os adolescentes continuem se desenvolvendo, tem se tornado fundamental. Afinal, por se tratar de um novo processo de educação, os pais e responsáveis precisam oferecer todo apoio e estrutura para que os alunos se sintam seguros quanto ao aprendizado.

E com a suspensão das aulas presenciais, o desenvolvimento de um plano educacional online faz com que os alunos participem de conversas simultâneas com os professores na compreensão de novas matérias.

Grandes empresas aderiram uma forma de ajudar as instituições de ensino através de sua tecnologia. O Google, com seu aplicativo Sala de Aula – Classroom disponibilizou seus serviços gratuitamente para todos os colégios e faculdades do país. Isso facilitará a disseminação do conteúdo educacional ao longo dessa quarentena.

Algumas escolas da educação infantil, por exemplo, enviam os materiais para a casa dos alunos, além de emprestarem jogos e livros para as crianças mais novas não se sentirem tão ociosas.

Mas não são todas as escolas que adotaram esse método. Enquanto algumas optaram por antecipar as férias letivas do meio do ano, outras revolucionaram e trouxeram a gamificação para uma rotina online.

A Escola ZION reinventou a didática de sala de aula em tempo recorde para dar todo o suporte aos seus alunos em casa com o aprendizado a sua disposição. Com o desenvolvimento do Game da Quarentena, uma gamificação que envolve os estudantes em uma competição educativa, a escola utiliza seu maiores diferenciais, a tecnologia de ponta aliada à metodologia exclusiva criada pelo Centro de Inovação Acadêmica - CIA, para estar mais próximo nesse momento difícil.

“Ao longo de um mês e meio a ZION se destacou por criar 03 temporadas da Maratona Digital, que equivale a 37 master class para os nossos alunos”, explica Douglas Madeira, diretor do CIA – Centro de Inovação Acadêmica.

“Essas aulas são gratuitas e exclusivas, além disso, disponibilizamos um total de 60 horas de conteúdo extra, além de passarmos as aulas presenciais para o formato virtual para todos os alunos poderem continuar estudando em sua casa”, completa.  

A maratona digital possibilita que todos os alunos tenham acesso a conteúdos para seu aprendizado através de lives, contabilizando pontos que somados permitem o ganho de prêmios educativos.

 “Investir no Centro de Inovação Acadêmica permitiu que todos os envolvidos academicamente pudessem tornar possível uma saída emergencial em pouquíssimas horas com a situação do coronavírus”, diz Douglas Madeira.

Essas 60 horas extras disponibilizadas, equivalem a 5 meses de conteúdos a mais na formação dos alunos da escola ZION. Douglas Madeira reforça ainda a importância da família incentivar os estudantes a participarem da maratona. Afinal, as temporadas criadas possuem cada uma entre 15 a 21 horas de material educacional. O que engrandece ainda mais o aprendizado. 

Devido ao momento de isolamento social, canais de reforço socioemocional e de contato direto com as famílias foram criados inclusive, para o esclarecimento de dúvidas quanto à didática ensinada e o desenvolvimento psicológico da criança. Tudo isso para um maior e melhor gerenciamento das emoções vividas pelas crianças.

Esse envolvimento psicológico também é estimulado pela equipe acadêmica da ZION. Que além de ser muito presente em sala de aula se mantém firme e focada em estar junto a seus alunos de modo online. Seu objetivo principal é cuidar e transformar o aluno e suas vidas através do ensino, auxiliando tanto no lado cognitivo quanto o lado emocional.

Empresas

Com a propagação do vírus, as empresas precisaram se reinventar para amenizar os impactos sofridos na economia que se encontra instável por conta da quarentena. Muitos empreendedores estão receosos, mas é imprescindível adaptar a empresa para garantir a funcionalidade e se manter saudável durante os próximos meses.

O trabalho remoto ajuda não só a evitar o contágio, como também reduz o custo da empresa nesse momento com o home office. As equipes precisam alinhar os horários de trabalho, assim como as reuniões online e reportar suas atividades diárias para controlar melhor o tempo e as obrigações.

O planejamento de cada ação é imprescindível para a sobrevivência da empresa. Afinal, nos próximos seis meses a receita poderá ter uma grande queda. A reestruturação dos canais de comunicação e vendas precisam ser adaptados à temporada de pouco contato presencial e ao longo desse período, novas decisões serão tomadas de acordo com o avanço da COVID – 19.

As finanças deverão passar por uma revisão estrutural de custos e despesas. Além de ser preciso adaptar os pagamentos aos fornecedores e bancos, com base nas linhas de créditos disponíveis e vantajosas disponibilizadas para esse momento crítico.

As mídias de grandes massas e também as off-lines podem ser evitadas nesse momento. O marketing tem que ser direto para ter resultado. As ofertas de produtos / serviços precisam estar compatíveis com a atual situação do consumidor.

O comportamento empresarial precisa ter consciência sobre a realidade da situação e a dimensão do problema que está lidando. Com isso será mais assertivo nas medidas corretivas necessárias. É preciso estar aberto às alterações e ajustes rápidos para se adaptar ao mercado, evitando ações precipitadas tomadas pelo desespero.

Novo mundo

Com a propagação do coronavírus por todo o mundo, ações preventivas como o isolamento social se mostram eficazes para frear o contágio. Mas muitas empresas e escolas precisam montar um plano de ação em tempo recorde para se adaptar a nova realidade vivida.

As empresas e seus setores criam então planos de trabalhos remotos e as escolas criam dinâmicas digitais como vimos o exemplo da Escola ZION que usa da suas maiores ferramentas, a tecnologia e a metodologia, para levar o ensino de maneira interativa aos seus alunos.

De forma diferenciada e totalmente inovadora, os alunos se sentem atraídos a aprender cada vez mais com esses novos métodos, o que facilita no aprendizado e principalmente, não causa atrasos na educação.

E a partir das medidas de saúde tomadas para a contenção da COVID – 19 no país, as famílias precisaram se adaptar a uma nova realidade. Pais e filhos, para que a vida continue a fluir mesmo com o isolamento e harmonia, é preciso ter muita cooperação e compreensão para realizar as atividades escolares e profissionais em home office com excelência. 



Website: https://escolazion.com/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

51.9%
14.8%
0%
7.4%
7.4%
0%
0%
3.7%
0%
0%
3.7%
11.1%
0%
0%
0%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp