24/06/2020 às 17h14min - Atualizada em 24/06/2020 às 17h21min

Pandemia leva clientes a comprarem carros pela Internet

Venda de automóveis online aumenta por causa da pandemia do novo coronavírus

DINO
https://noxcar.com.br/

Além dos assustadores danos sanitários, com o número de infectados no Brasil chegando perto de 1 milhão, a pandemia do novo coronavírus trouxe também uma série de problemas econômicos.

Diversos segmentos da economia registraram quedas significativas no seu faturamento neste período, com especial destaque para a indústria automotiva.

Segundo dados da Fenabrave, as concessionárias do país registraram uma queda média de 76% em abril e de 75% em maio deste ano, quando comparado com os mesmos períodos do ano passado.

Na prática, o resultado é extremamente danoso para a indústria automotiva nacional. No entanto, há uma luz no fim do túnel para as concessionárias, de acordo com um relatório recente divulgado pelo Google.

A gigante da Internet fez um estudo com as buscas dos consumidores por via online desde o começo da pandemia e registrou algumas mudanças consideráveis no comportamento dos compradores.

Segundo o relatório do Google, quase 20% dos consumidores teriam comprado um automóvel durante a pandemia se tivessem a opção de fazer a compra pela Internet.

"Essa é uma mudança significativa de paradigma no comportamento do consumidor. Segundo dados que tínhamos, o comprador de automóvel no Brasil e no mundo já usava o meio digital para fazer toda a sua pesquisa, mas costumava fechar negócio pessoalmente na concessionária. No entanto, a pandemia criou o contexto necessário para impulsionar as vendas online", relata Maximiliano Noronha, sócio-proprietário e especialista automotivo da NoxCar , uma das maiores concessionárias de usados e seminovos da região da Grande Florianópolis (SC).

Os dados mencionados são verdadeiros. De acordo com o Google, 92% de todos os compradores do segmento automotivo fazem uma pesquisa completa online antes de decidirem qual automóvel vão adquirir, para só então fazer a compra offline na concessionária.

Uma das razões para a mudança de paradigma do consumidor foi, certamente, o isolamento social. Afinal, sem poder sair de casa e com as concessionárias fechadas para o público, a solução natural foi fazer negócios por plataformas digitais.

Um exemplo disso é a NoxCar. A empresa, que é referência no segmento de veículos usados e seminovos em Santa Catarina, trabalha com um sistema completo de vendas online de carros, com o automóvel sendo entregue na casa do cliente.

"Nós já tínhamos o sistema em atividade antes. Com as plataformas digitais, como o WhatsApp, Facebook ou Instagram, sempre atendemos o cliente perfeitamente, mostrando imagens e vídeos do veículo, tirando todas as dúvidas e auxiliando em tudo que fosse preciso. Depois, entregávamos o carro na casa do cliente", explica Max.

A única diferença que a concessionária passou por causa da pandemia do novo coronavírus, portanto, foi em focar os seus esforços totalmente no sistema de vendas online.

"Além de direcionar todo o nosso foco para o sistema online, nós também mudamos o protocolo de entrega para garantir a segurança dos consumidores. Passamos a higienizar o veículo por completo, seguindo todos os protocolos da OMS para garantir a saúde de todos os envolvidos", explica Max Noronha.

A NoxCar não é a única a fazer isso, embora tenha saído na frente de concorrentes por já estar preparada para efetuar suas vendas pela Internet.

De acordo com o Google, muitas empresas automotivas estão realizando eventos digitais para anunciar e vender carros - e o consumidor tem comparecido.

Um exemplo disso foi o lançamento do Elantra 2021, da Hyundai, em março deste ano. Cerca de 800 mil pessoas assistiram ao live stream de anúncio do automóvel, o vídeo anterior de anúncio e o conteúdo posterior que mostrou todos os detalhes do automóvel.

Enquanto isso, outros tipos de conteúdos digitais têm sido úteis para os consumidores. Segundo o Google, a lista de iniciativas digitais das empresas automotivas envolve vídeos-resenhas dos carros, configuradores online, videoconferências com os vendedores e até mesmo a possibilidade de um showroom digital.

De acordo com os dados, o público consumidor tem reagido bem às mudanças.

"É claro que está todo mundo um pouco receoso em se comprometer com um financiamento automotivo no momento, especialmente por causa do cenário instável da economia. No entanto, com o mais recente corte da Taxa Selic e com a reabertura gradual e responsável das concessionárias, a tendência é que o mercado reaqueça. Especialmente porque, diante da situação atual, a via digital tem tudo para se estabelecer como uma realidade para a venda de carros", diz Noronha.

Outro elemento que deve alimentar essa venda de carros é a necessidade das pessoas em ter automóveis.

"O novo coronavírus ainda continua sendo uma ameaça. Por isso, andar de transporte público, como o metrô, trem ou ônibus, ainda é muito arriscado. Quem tem a oportunidade de andar de carro está mais protegido nesse cenário, com certeza", revela o sócio-proprietário da NoxCar.

Os dados do Google comprovam essa visão de mercado. De acordo com a empresa, o uso de automóveis quase dobrou desde o início da pandemia, enquanto a utilização de transporte público caiu pela metade.

"É fato que a pandemia mudou a maneira de fazer negócios. Não há como fugir disso. Por esse motivo, nós acreditamos que entender as mudanças de comportamento no consumidor é essencial para o sucesso e para esse novo mundo que estamos prestes a enfrentar", conclui o especialista da NoxCar.



Website: https://noxcar.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

ONDE VOCÊ PREFERE ASSISTIR A FILMES?

63.2%
5.3%
26.3%
5.3%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp