01/07/2020 às 14h33min - Atualizada em 01/07/2020 às 14h42min

Especialista explica como adestrar cães para diminuir estresse e ansiedade

Algumas dicas que provam que é possível adestrar cães em casa, com paciência e as técnicas certas.

DINO
https://www.flickr.com/people/luiz-nogueira-jr/

Um estudo recente da Universidade de Helsinque, na Finlândia, apontou um aumento no número de cachorros com ansiedade. Mais de 14 mil animais foram analisados e cerca de 75% apresentaram transtornos ligados a estresse.

Os principais motivos levantados são o excesso de ruídos das cidades e o comportamento dos próprios donos, que transmitem o estresse do dia a dia aos animais de estimação.

Para atenuar esse problema, adestrar o animal em casa é uma alternativa bastante eficaz. Criador de cães da raça American Staffordshire Terrier e dono do Canil Toca do Jalapão, Luiz Manoel de Amorim Nogueira Júnior afirma que algumas técnicas de adestramento podem ser ministradas pelos próprios tutores sem experiência prévia.

Reforço de comportamentos positivos traz grandes benefícios

Durante o adestramento dos cães, o tutor deve ter como foco o reforço de comportamentos positivos no animal. Por exemplo, sentar, ficar parado e esperar pelo alimento.

Essas técnicas, além de contribuir para que o dono tenha maior controle sobre o pet, também contribuem para sua saúde física e mental

O adestramento estimula a memória e o raciocínio do cão, além de direcionar seu foco a uma atividade específica. O benefício é a diminuição da ansiedade e do estresse, o que resulta em uma mudança positiva no comportamento do animal.

Repetição é a chave do sucesso no adestramento

O adestramento é um trabalho contínuo de relacionamento entre o tutor e o cão. Por isso, as técnicas devem ser aplicadas diversas vezes para que o animal aprenda.

Segundo Luiz Manoel, ter paciência para repetir os exercícios diversas vezes é a chave para o sucesso do adestramento. Cada comando (sentar, deitar, ficar etc.) deve ser executado repetidamente até que o comportamento esteja bem consolidado.

Entretanto, os treinos não devem ser muito longos para evitar levar o animal à exaustão. É importante fazer intervalos para que o cão recupere a energia e a plena atenção.

A importância de recompensar o cão

Dentre as técnicas de adestramento, estabelecer um sistema de recompensa pelos comportamentos positivos é uma das mais eficazes. É uma forma de estimular e condicionar o animal a realizar a ação que se deseja.

As recompensas podem ser de variados tipos: petisco, carinho, atenção, frases de efeito (por exemplo, “bom garoto” ou “parabéns”). Luiz Manoel lembra que o tutor deve manter consistência no tipo de recompensa para não confundi-lo. 

Para cães que têm comportamento mais rebelde ou agressivo e não respondem facilmente ao adestramento em casa, a indicação é procurar um profissional especialista.



Website: https://www.flickr.com/people/luiz-nogueira-jr/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

58.7%
17.4%
0%
6.5%
4.3%
2.2%
0%
2.2%
0%
0%
2.2%
6.5%
0%
0%
0%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp