Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
29/11/2017 às 09h31min - Atualizada em 29/11/2017 às 09h31min

GEDDEL USOU PROPINAS PARA COMPRAR IMÓVEIS DE LUXO

Brasil247

O ex-assessor Job Ribeiro Brandão disse, em depoimento à Polícia Federal, que usou dinheiro de origem não declarada de Geddel Vieira Lima em pelo menos seis prédios de alto luxo em Salvador, entre eles o La Vue, que esteve no centro do primeiro escândalo do ex-ministro no governo Temer. No interrogatório, Brandão disse que Marluce Vieira Lima, mãe do ex-ministro, e Patrícia, mulher do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), também o orientaram a destruir provas sobre a movimentação financeira supostamente ilegal.

 

As informações constam do relatório final da Polícia Federal sobre a origem dos R$ 51 milhões apreendidos num apartamento usado por Geddel em Salvador. No relatório, o delegado Marlon Cajado, sugere o indiciamento Marluce, Lúcio e Geddel, entre outros por associação criminosa e lavagem de dinheiro. O documento foi encaminhado ao ministro Edson Fachin, relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF). A procuradora-geral Raquel Dodge deverá, a partir de agora, se manifestar sobre as conclusões da polícia.

Ex-assessor parlamentar de Lúcio Viera Lima, Job Brandão vinculou parte da movimentação do dinheiro em espécie da família Lima ao La Vue e outros prédios ao falar sobre como destruiu provas de importantes às investigações sobre o suposto envolvimento de Geddel com desvios de dinheiro da Caixa Econômica Federal e outros setores da administração pública. Os irmãos Vieira Lima também teriam dado ordens para a destruição das provas.


Com Informaçoes do Brasil247


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

52.5%
23.7%
0%
5.1%
5.1%
1.7%
0%
1.7%
0%
1.7%
1.7%
5.1%
0%
0%
1.7%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp