Link112" target="_blank" id="publicidade20" >
29/03/2021 às 19h53min - Atualizada em 29/03/2021 às 19h53min

Em tempos de pandemia, especialista explica o que é ser saudável emocionalmente e dá dicas

Por: Elisabete Nogueira
LK COMUNICAÇÃO
Há mais de um ano estamos vivenciando uma pandemia que atingiu o mundo inteiro de forma única em toda a história. Agora, todo o tempo somos convidados a lembrar de um exercício extremamente importante: o de olhar para dentro de nós de modo a realmente compreender o que há por trás do que estamos sentindo, reconhecendo as nossas emoções, para que assim possamos viver saudáveis emocionalmente.
 
Mas o que é ser saudável emocionalmente? De acordo Ana Cleide Xavier, especialista em psicopedagogia e orientadora educacional do Colégio Batista Brasileiro (CBB), saúde emocional não deve ser não sentir tristeza, medo, raiva, desânimo, mas sim, aprender a lidar com essas sensações que nos invadem e muitas vezes nos paralisam.
 
Como lidar então com essas sensações? A resposta não é simples, mas conforme Ana Cleide, um passo importante é reconhecer que as emoções são muito importantes para o ser humano. “Elas nos protegem e nos preparam para lidar com os problemas do dia a dia. Ou seja, elas não são vilãs! Pelo contrário, elas foram e são essenciais para a sobrevivência da nossa espécie”, explica a especialista
 
No entanto, na mesma medida em que elas nos favorecem, nossas emoções podem contribuir para o desenvolvimento de respostas não saudáveis, como crises de ansiedade e/ou pânico.
 
Ainda segundo Ana Cleide Xavier, ser emocionalmente saudável é a capacidade que temos de enfrentar as situações estressoras de forma adequada, desenvolvendo a resiliência e uma comunicação efetiva, o que reverbera em nossos relacionamentos interpessoais. 
 
“Ser saudável emocionalmente também perpassa pelo cultivo de emoções positivas, da validação de sentimentos e emoções, da capacidade de reconhecer-se e saber quem é você, e do reconhecimento da necessidade de ajuda profissional quando as emoções que nos perturba já não são passageiras, mas uma constante em nosso dia a dia”, pontua a orientadora.
 
Ter saúde emocional não significa não sentir medo ou tristeza. Ter saúde emocional significa sentir o desconforto e ser capaz de prosseguir ressignificando os sentimentos e acontecimentos, dando novo sentido à vida todos os dias. Por isso, a especialistas listou dicas valiosas para o enfrentamento saudável nesse tempo de distanciamento.
 
1. Fortaleça seus vínculos. Esteja próximo das pessoas que você ama, mesmo que não fisicamente.
2. Descubra o que te faz bem! Seja ouvir uma música, assistir TV, dançar, se exercitar, escrever...Descubra o que te faz viver o momento presente.
3. Para cada autocobrança ou autocrítica, pense em 2 circunstâncias pelas quais você se orgulha. Com certeza você tem algo que merece ser valorizado e reconhecido!
4. Evite comparações com outras pessoas. A única pessoa que você pode se comparar é você mesmo!
5. Pesquise sobre respiração diafragmática e pratique esse exercício sempre que a ansiedade vier.
 
“Por fim, se essas dicas ainda não forem o suficiente e você estiver passando por problemas na saúde emocional, sempre procure um profissional qualificado, como psicólogo e/ou psiquiatra, para te ajudar e seguir em um tratamento. Sua saúde mental não merece esperar o tempo passar! Não perca tempo, viva melhor”, finaliza Ana Cleide.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

QUEM SERIA SEU PRESIDENTE EM 2022

52.5%
23.7%
0%
5.1%
5.1%
1.7%
0%
1.7%
0%
1.7%
1.7%
5.1%
0%
0%
1.7%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp